Gepatri de Itumbiara soluciona furto em fazenda e recupera objetos subtraídos

Publicado em 19/06/2017
Fonte: A A A

O Grupo Especial de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Itumbiara, coordenado pelo delegado Lucas Finholdt, cumpriu, na quarta-feira (14), mandado de prisão preventiva em desfavor de Gisley Gonçalves de Melo Neto (foto), 37 anos. Ele é investigado pela prática do crime de furto qualificado em zona rural.

O crime teria acontecido na noite de 05 de junho deste ano em uma fazenda localizada às margens da BR-452. Vários objetos específicos de uso em fazenda foram levados na ocasião. Na mesma semana, outra propriedade da mesma vítima foi furtada.

Após ser identificado pela equipe de investigadores da especializada, foi realizada representação por mandado de prisão preventiva, decretado pelo Juiz da 2ª Vara Criminal de Itumbiara, Alessandro Luiz de Souza.

O investigado foi preso no Bairro Santa Inês e encaminhado até a sede do Gepatri para realização de sua oitiva. Interrogado, Gisley confessou o delito, alegando tê-lo cometido sozinho. A maioria dos objetos foi localizada com o investigado e apreendida.

Cumprido o mandado de prisão, o investigado foi recolhido até o Presídio Regional de Sarandi. Na hipótese de condenação pelo crime de furto qualificado (destruição ou rompimento de obstáculos), a pena pode chegar a oito anos de reclusão.

Fonte: A A A
Publicado por:


Espalhe na rede