GIH de Formosa indicia mãe que derrubou filha de dois anos da janela e acusou namorado de espancá-la

Publicado em 08/02/2018
Fonte: A A A

O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Formosa indiciou Kauana Medrado Pereira Santos pelos crimes de homicídio com aumento de pena em razão da omissão de socorro e idade da vítima, assim como denunciação caluniosa por acusar o namorado de ter agredido a criança falecida. O procedimento foi concluído na quinta-feira (08).

Em 02 de janeiro do ano passado, Kauana derrubou a filha da janela da casa. A criança bateu a cabeça contra o piso concretado, o que ocasionou fratura em três ossos de seu crânio, assim como hemorragia e lesões no cérebro. Os ferimentos estes que levaram a menor a ter sua morte cerebral confirmada e o desligamento de suporte mecânico no dia 13 de janeiro de 2017, na UTI Pediátrica do Hospital de Base do Distrito Federal.

O GIH de Formosa investigou o fato exaustivamente e lançou mão dos mais diversos meios de investigação. O grupo especializado concluiu, um ano depois, que o namorado de Kauana não havia agredido a criança, que teria caído do batente da janela por descuido da mãe.

Fonte: A A A
Publicado por:


Espalhe na rede