GIH de Luziânia prende partícipes de homicídio qualificado e autores de corrupção de menores

81

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Luziânia desencadeou, na manhã desta terça-feira (12), operação que culminou na prisão de Michelle Cintia da Rocha Souza e Kleber de Oliveira Jorge Júnior, investigados pela prática de crime de homicídio qualificado ocorrido em dezembro de 2014. No crime, Daniel Rodrigues Vieira foi morto após ser alvejado nas costas pelos autores, com uso de arma de fogo.

Consta nos autos do inquérito policial que a vítima havia se desentendido com Michelle e namorado desta, menor à época. No dia dos fatos, esse menor e os investigados Michelle e Kleber, após tramarem a empreitada criminosa, foram até a residência da vítima para matá-lo. No local, Kebler, que é ex-cunhado da vítima, chamou Daniel para conversarem. Aproveitando o momento de distração da vítima e instigado por Michelle, o menor se aproximou e efetuou disparos de arma de fogo contra as costas de Daniel, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Segundo o delegado Maurício Passerini, coordenador do GIH, em desfavor de Kebler e Michelle foram cumpridos mandados de prisão temporária. Os dois suspeitos serão indiciados como partícipes no crime de homicídio qualificado, bem como autores do crime de corrupção de menores. Quanto ao terceiro autor, que hoje possui 21 anos, inviabilizou-se, nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o cumprimento de qualquer medida cautelar e futura responsabilização pelo ato infracional cometido tendo em vista que à época dos fatos era menor de idade.