Novo secretário é recebido na sede da SSPAP

Publicado em 10/03/2017
Fonte: A A A

Reforço no perfil combativo e de firmeza contra o crime, porém com uso do conhecimento, de forma a tornar mais orgânicas a ligação entre operacionalidade e inteligência estratégica: essa foi a linha de força do primeiro feito pelo novo secretário de Segurança Pública e Administração penitenciária, Ricardo Balestreri, à frente da pasta. O gestor foi recebido pelas autoridades de cúpula da SSPAP em café da manhã oferecido na manhã de sexta-feira (10).

Entre elas estavam o delegado-geral da Polícia Civil de Goiás, Álvaro Cássio dos Santos; superintendente executivo da SSPAP, coronel Edson Costa; o comandante da Polícia Militar do Estado de Goiás, coronel Divino Alves; o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás, coronel Divino Aparecido de Melo; a superintendente da Polícia Técnico-Científica de Goiás, Rejane Sena Barcelos; a superintendente do Procon Goiás, delegada Darlene Costa Azevedo, e o delegado supervisor da PCGO, vereador Eduardo Prado.

Em seu discurso, o delegado-geral deu as boas-vindas ao novo secretário e reafirmou os esforços, por parte de toda a PCGO, em contribuir para uma gestão eficiente. “Conosco, o senhor se tornará o melhor secretário de segurança de todo o Brasil”, afirmou Álvaro Castro. Em menção à sólida formação acadêmica de Ricardo Balestreri no setor de Segurança Pública, o delegado-geral encareceu o valor de uma nova visão sobre a área e as contribuições relevantes que o novo titular da SSPAP trará a Goiás.

Ricardo Balestreri: “As mulheres aliam a força à compaixão”

Homenagem
Em comemoração à Semana da Mulher, ocorreram homenagens dirigidas em especial ás servidoras do setor de Segurança Pública. Em seu discurso, Ricardo Balestreri destacou os novos valores que a intensificação da presença feminina entre as forças de segurança pública significaram nos níveis regional, nacional e mundial.

Ele salientou que, além da firmeza de ação, a ética no cumprimento do dever e uma sensibilidade especial para uma percepção mais aguçada para os detalhes, as mulheres são dotadas de um maior senso de empatia no que diz respeito à dimensão do papel dos operadores de segurança pública como cuidadores sociais. “Elas aliam o uso adequado da força e energia à compaixão”, frisou.

Balestreti também ressaltou a importância do conhecimento teórico como forma de aprimorar a qualidade do serviço público no setor de Segurança Pública, quando mesclado ao aprendizado empírico, acumulado na rotina diária e prática de trabalho. Ainda dentro desse tema, o novo secretário de Segurança Pública teceu elogios à Escola Superior de Polícia Civil (ESPC). “Temos uma academia de polícia de primeiro mundo aqui”, destacou.

Fonte: A A A
Publicado por:


Espalhe na rede