Operação Carnaval: Polícia Civil de Águas Lindas realiza várias ações durante feriado

62

Equipes da 17ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), com sede em Águas Lindas de Goiás, empreenderam várias ações ao longo de todo o feriado. As diligências integraram a Operação Carnaval, deflagrada com o objetivo de repreender as ações criminosas mais corriqueiras no período durante o qual uma equipe da Central de Flagrantes do município elucidou um latrocínio, com prisão de todos os autores.

Na manhã de segunda-feira (12), o Plantão do Grupo C da Central de Flagrantes de Águas Lindas de Goiás prendeu, com a ajuda da polícia militar, os outros suspeitos do suposto latrocínio e ocultação de cadáver de Iracelda Paixão Ribeiro. Josino de Sousa Moraes, Cleudiram da Conceição Aparecida e Flávio Pereira de Souza (lado esquerdo da foto) foram autuados em flagrante pela prática de ocultação de cadáver e presos preventivamente pela prática de Latrocínio.

Na madrugada do mesmo dia, a mesma equipe, formada pelos policiais civis Hegney, Maicon e Samuel, recebeu a informação do desaparecimento de uma mulher ocorrido no setor Jardim Entorno. Na residência da vítima haveria um odor forte, possivelmente pela presença de corpo em decomposição. Ao chegarem ao local referido, os investigadores localizaram o autor, João Paulo Alves (lado direito da foto), escondido em cima do guarda-roupas da vítima, cujo corpo foi localizado em uma fossa.

Questionado sobre o fato, João Paulo confessou o latrocínio de Iracelda para apropriar-se de R$12 mil que ela teria recebido por um serviço. O crime foi praticado no dia 04 de fevereiro. O autor foi conduzido à Central de Flagrantes de Águas Lindas, onde foi autuado em flagrante pelo crime de Ocultação de Cadáver.

Genarc de Águas Lindas durante abordagem a suspeitos

Genarc
Por volta das 00h15, a equipe do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) de Águas Lindas estava em monitoramento de um suposto ponto de venda de drogas na Vila Esperança, Setor 8, durante a Operação Carnaval, quando verificou que um indivíduo empreendeu fuga ao ser abordado. Flávio Radson de Sousa Fonseca, com quem foram encontradas 25 pedras de material suspeito de se tratar de “crack”, tentou fugir mas foi preso e autuado pela prática do crime de tráfico de drogas. Flávio já havia sido conduzido ao Genarc em outubro do ano passado, após cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência.

Quatro horas depois, o Genarc abordou um indivíduo em atitude suspeita, que realizava abastecimento de uma moto Honda Biz de cor preta. Na abordagem, os policiais verificaram que se tratava de veículo roubado. O menor que conduzia a motoneta foi questionado sobre a procedência do veículo e afirmou que era de propriedade de seu pai. Contudo, após outros questionamentos, confessou que havia recebido automotor de outra pessoa, a qual não soube identificar. Diante do ocorrido, o jovem conduzido para a sede do Genarc para lavratura de Boletim Circunstanciado de Ocorrência (BOC) pela prática de ato infracional análogo a receptação dolosa.

Na tarde de domingo (11), o Genarc procedeu a abordagens e monitoramentos, principalmente em locais já conhecidos dos policiais como de prática de atividades de tráfico de substâncias entorpecentes, bem como em outros locais públicos, julgados importantes para a realização de abordagens e buscas. Também abordados veículos suspeitos, tendo por objetivo a localização de substâncias entorpecentes, armas de fogo, veículos furtados ou roubados, bem como outros possíveis produtos ilícitos.