Operação Sétimo Mandamento: organização criminosa investigada por furto de cerca de 100 caminhonetes de luxo é desmontada

Publicado em 15/02/2017
Fonte: A A A

IMG_7764

Policiais civis em plena ação durante Operação Sétimo Mandamento

Uma organização criminosa especializada em furtar caminhonetes de luxo foi desmontada na manhã de quarta-feira (15). Ao todo, 15 pessoas foram presas e 37 mandados de busca e apreensão foram cumpridos, inclusive, no Estado de São Paulo, onde a organização criminosa possuía ramificações.

A ação se deu no contexto da Operação Sétimo Mandamento (“Não furtarás”), resultado de investigações iniciadas em 2015 por equipe de policiais da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA) coordenada pelo delegado Fábio Meireles Vieira.

Ao todo, 120 policiais civis participaram da operação, que ocorreu com apoio do Grupo Tático 3 (GT-3), bem como de equipes da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), Delegacia de Investigações de Crimes de Trânsito (Dict), 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC), Instituto de Identificação e da Superintendência de Polícia Técnico-Científica (SPTC).

IMG_7784

As investigações apontaram que a quadrilha era composta de membros originários tanto de Goiânia quanto de São paulo. Após serem furtadas, as caminhonetes eram levadas a desmanches, e seus componentes eram comercializados em lojas. Acredita-se que a organização criminosa tenha sido responsável por mais de 100 furtos de caminhonetes ocorridos nos últimos dois anos em Goiânia.

Na residência de um dos alvos, um sobrado de luxo onde foram encontradas quatro caminhonetes e um automóvel de luxo, foram encontrados equipamentos e peças cujo valor total foi estimado em aproximadamente R$ 1,5 milhão.

Fonte: A A A
Publicado por:


Espalhe na rede