PC e PM apresentam o último integrante de quadrilha que explodiu agência bancária em Silvânia

Publicado em 09/01/2018
Fonte: A A A

A Polícia Civil, através do Grupo Antirroubo a Banco da DEIC, e a Polícia Militar apresentaram, na tarde desta terça-feira (09), o quinto suspeito de participar do assalto à agência da Caixa Econômica Federal em Silvânia.

A Operação Volante Ativa começou na madrugada de sábado (06), após criminosos explodirem os caixas eletrônicos da agência, e também executarem Marco Antônio de Souza, que passava pelo local no momento da ação dos assaltantes.

A ação durou aproximadamente 70 horas, terminando ontem à noite com a prisão de Pedro Junio Pereira de Azevedo, que possui várias passagens pela polícia e se encontrava foragido, com mandado de prisão em aberto. A quadrilha era composta por cinco integrantes, sendo que quarto deles morreram no confronto com a Polícia Militar.

De acordo com o delegado Alex Vasconcelos as diligências realizadas permitiram interligar a quadrilha ao roubo a agência do Banco do Brasil da Cidade Livre, em Aparecida de Goiânia, no dia 22 de dezembro de 2017. Durante a ação, o motorista Antônio Moisés Ferreira foi baleado e mesmo depois de rendido foi atingido por um disparo na perna, tendo que amputar o membro.

O delegado ressaltou que a forma violenta a qual a associação criminosa agia e o uso de escudos humanos foi o que mais chamou a atenção no crime, classificando a quadrilha como de alta periculosidade. Em poder dos assaltantes foram apreendidos um fuzil, três pistolas, duas espingardas, dois veículos roubados utilizados na ação, explosivos e dinheiro roubado do banco.

 

Fonte: A A A
Publicado por:


Espalhe na rede