Polícia Civil de Valparaíso prende um dos autores de latrocínio de passageira de ônibus

Publicado em 06/12/2017
Fonte: A A A

A 2ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Valparaíso prendeu Hismael do Nascimento Ribeiro, em cujo desfavor foi cumprido mandado por latrocínio contra Liliane Souza Dourado e por tentativa de latrocínio cometida contra um policial militar aposentado. A ação se deu na manhã de quarta-feira (06).

Na noite de 9 de outubro deste ano, Hismael e outros dois menores entraram em um ônibus coletivo para praticar um assalto. Um passageiro, policial militar da reserva, deu voz de prisão aos criminosos. Um dos menores, que estava armado, iniciou uma troca de tiros com o PM. No tiroteio, um dos criminosos faleceu. Outro foi baleado e socorrido. Todavia, Hismael, maior de idade, saiu ileso fugiu.

Uma passageira atingida na cabeça por disparo oriundo da arma de fogo usada por um dos menores infratores e não resistiu aos ferimentos, indo a óbito. Posteriormente, o menor que sobreviveu foi internado em uma unidade do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), onde atualmente cumpre medida socioeducativa.

As investigações da PCGO iniciaram-se no próprio local do fato, ocasião em que a equipe plantonista da DDP foi até a cena de crime e colheu informações importantes. Posteriormente, o caso foi repassado para as equipes da 2ª DDP.

Com imagens obtidas das câmeras de segurança do ônibus, somadas as informações colhidas pela equipe Policial Civil plantonista, foi possível identificar Hismael, que não havia sido identificado no início das investigações.

A prisão de Hismael foi realizada pelos agentes de polícia civil Thiago Muller, Elio Vinicius, Marcos Paulo e Gladstone. Confirmada a presença de Hismael, os investigadores invadiram um barraco no local e efetivaram a prisão. Além de possuir várias outras passagens criminais, Hismael estava com mais de um mandado de prisão em aberto.

Após o interrogatório, o foragido foi entregue no presídio local e ficará à disposição do Poder Judiciário. Participaram das investigações os agentes de polícia civil Sônia Mendes, Elio Vinicius, Thiago Muller, Raimundo Lima, Gladstone e Marcos Paulo, coordenados pelo delegado Cássius Zamó.

Fonte: A A A
Publicado por:


Espalhe na rede