PCGO visita PCSP e conhece “flagrante virtual”

105

A Polícia Civil de Goiás, representada por Alexandre Câmara, da Divisão de Assistência Tecnológica da PCGO, esteve, entre os dias 8 e 10 de novembro, em São Paulo, para visitar a Polícia Civil deste estado.

A visita foi guiada pelo delegado do DIPOL, o Departamento de Inteligência da PCSP, e teve como motivo principal acompanhar o flagrante virtual, nova prática da polícia. De acordo com a equipe policial, o objetivo do flagrante virtual é esvaziar as delegacias de polícia para casos mais simples, ajudando na resolução mais rápida de todos os casos, visto que o policial terá mais tempo para investigar.

No caso de São Paulo, o cidadão narrará os fatos na ocorrência e, em seguida, uma equipe especializada em análise das ocorrências fará a tipificação do caso narrado. O delegado e o escrivão ouvem, de maneira remota, as partes, e o delegado despacha remotamente, não se fazendo necessário no local do crime. Este projeto é conhecido como Omnipol.

Alexandre conheceu, ainda, a estrutura da PCSP, e projetos além do Projeto Omnipol, como a DDM – Delegacia Digital da Mulher.