Operação Fake Life: preso casal que ostentava vida de luxo aplicando golpes

1071

Após seis meses de investigação da 15ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Goiânia, a Polícia Civil localizou, em um apartamento de luxo no Jardim Goiás, o casal Valter Ferreira de Faria Júnior, 41 anos, e Daniela Rodrigues Dourado Aguirre, de 42. Eles foram presos durante a Operação Fake Life. Na casa dos investigados, foram apreendidos mais de R$ 20 mil em espécie, 40 cartões de crédito e dois carros de alto padrão.

De acordo com as investigações, os dois montavam agências de viagem “de fachada”, angariavam clientes, recebiam o pagamento e embolsavam os valores. Na sequência, pagavam as empresas de aviação com cartões de crédito clonados. Além disso, ambos são investigados por intermediar a locação de veículos em aeroportos do Brasil e depois trazê-los para Goiânia, onde eram revendidos após adulteração de documentos.

Durante a operação, os policiais civis encontraram evidências de que o casal abriu ao menos cinco empresas para praticar os golpes. Valter chegou a utilizar 8 CPFs diferentes, com nomes distintos, usados para dissimulação. Já Daniela tinha 10 CPFs com diferentes. Estima-se que, com as fraudes, o casal tenha dado prejuízo de mais de R$ 5 milhões às vítimas.

Valter Ferreira de Faria Júnior e Daniela Rodrigues Dourado Aguirre foram presos em flagrante por receptação e uso de documento falso. Eles ainda responderão pelos crimes de estelionato, falsificação de documento público, uso de documento falso e lavagem de dinheiro, que já vinham sendo investigados em inquérito policial instaurado.