Dono de funerária é autuado pela Polícia Civil por impedir enterro

145

A Polícia Civil de Goiás lavrou Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), na tarde dessa quinta-feira (30), em face do dono de uma funerária em Valparaíso, por condicionar a liberação do corpo do defunto para a família ao pagamento de taxa.

A angústia e a apreensão dos familiares da vítima havia sido parcialmente sanada no dia anterior, com a liberação do corpo, após a intervenção da Polícia Civil no caso.

Ontem, as partes foram intimadas, prestaram declarações, e foi lavrado TCO pelo crime de impedimento ou perturbação de cerimônia funerária na 1ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Valparaíso.