Ações realizadas pela Decar são destaque em seminário de São Paulo

321

A Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas de Goiás (Decar) participou do “Seminário Raízen Sudeste, Roubos de Cargas, Fraudes e Delitos Conexos”, realizado na cidade de Mairinque, no estado de São Paulo, na última terça-feira (29). No encontro foram discutidas estratégias de policiamento preventivo, procedimentos de investigação, inovações e ainda tecnologias aplicáveis à segurança viária.

O Estado de Goiás foi um dos principais destaques do Seminário, já que apresentou um dos menores índices de roubos de carga se comparado às demais unidades da federação. No evento ficou demonstrado que, no geral, há uma tendência de que crimes deste tipo no Brasil vêm sofrendo decréscimo, em virtude das ações integradas dos diversos órgãos que compõem a Segurança Pública.

O delegado titular da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas de Goiás (Decar), Alexandre Bruno Barros, participou do evento como palestrante, em razão dos expressivos números atingidos no combate ao furto, roubo, receptação e outras fraudes relacionadas a cargas na região Centro-Oeste.

“O reconhecimento de várias instituições que compõem a Segurança Pública em vários Estados do país, do excelente trabalho desenvolvido pela Polícia Civil em Goiás no que se refere aos crimes relacionados a cargas, demonstra que estamos no caminho certo”, disse o delegado Alexandre Barros. Ele destacou ainda que o trabalho integrado entre a Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Militar, tem sido determinante para obtenção de índices tão significativos.

Em sua explanação, o titular da Decar demonstrou a metodologia adotada pela especializada desde as primeiras informações quando da ocorrência do fato criminoso até a conclusão das investigações, com a formalização do indiciamento dos investigados. 

O modelo de trabalho adotado em Goiás serviu inclusive de inspiração para outros estados, os quais estão adotando as mesmas práticas, tendo sido reportado que tiveram muitos avanços nesse sentido.

O Estado de Goiás, por estar localizado no centro do país, é rota da grande maioria de veículos de carga, já que as rodovias que cruzam nosso estado servem para o escoamento de produtos de toda natureza, com grande fluxo de cargas provenientes de outras regiões do país. Apesar disso, o exemplo de Goiás tem demonstrado que é possível o combate eficiente desta modalidade de crime.
O delegado Alexandre Barros destacou também a experiência eficiente da força-tarefa estabelecida entre a Polícia Civil de Goiás, por intermédio da Decar, e a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A parceria foi selada em 2017 e reforçou a integração entre as forças de Segurança Pública do país.

O evento contou com a presença de vários órgãos de Segurança Pública dos estados Sudeste e Sul (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná) e do Centro-Oeste (representado por Goiás). Participaram ainda do seminário alguns deputados federais e vários integrantes da iniciativa privada, setor que teme ser vítima de roubos e furtos de cargas.

O coordenador do Programa de Prevenção e Combate ao Roubo de Cargas (PROCARGA), delegado Waldomiro Pompiani Milanesi, da Polícia Civil de São Paulo, também esteve presente no evento. Ele explicou que o trabalho realizado pela segurança pública deve ser compartilhado entre os demais estados e corporações para que haja maior eficiência nas ações realizadas.

“Com palestras e discussões, fazemos com que esses agentes de segurança tomem conhecimento de cada setor envolvido no transporte, seja o transportador, o caminhoneiro, as indústrias, para integrar o conhecimento”, disse.