Associação criminosa é alvo de prisão temporária por aplicar golpes na venda de veículos

108

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), nessa terça-feira (14), deu cumprimento em Goiânia aos mandados de prisão temporária em desfavor de Vinícius Alleixo Gomes de Moura e João Pedro de Souza, suspeitos de integrar uma associação criminosa especializada em aplicar golpes na internet envolvendo comércio de veículos automotores.

A fraude consiste em anunciar e vender veículos registrados em nome de “laranjas”, porém, com procurações registradas em cartório em nome dos criminosos. Estes entregam os veículos para as vítimas com rastreadores e, após alguns dias, os investigados, com a procuração do veículo em mãos, localizam o veículo rastreado e, com o álibi de que são os verdadeiros donos dos veículos, que o comprador caiu em um golpe ou que se trata de um veículo locado, eles pegam o carro que volta para a posse da associação criminosa.

Outro suspeito de integrar o grupo já havia sido preso pelas equipes de policiais da DERFRVA no início do mês de outubro. Até o momento, foram identificados quatro golpes realizados pelo grupo criminoso, que causou um prejuízo de aproximadamente R$ 40 mil às vítimas.

A investigação prossegue no intuito de identificar outros integrantes do grupo, bem como outras vítimas. As imagens e qualificações dos suspeitos foram divulgadas em razão da primazia do interesse público sobre o particular, no caso em questão, tendo em vista ser possível que os investigados tenham praticados outros crimes, em conformidade com os ditames da Lei nº 13.869/2019 e Portaria nº 547/2021- PCGO, conforme despacho fundamentado do delegado responsável pelo inquérito.