Autores de tentativa de latrocínio, que rendeu prejuízo de R$ 160 mil a atacadista, são presos pela PCGO

121

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) e seu Grupo de Repressão a Roubos (Garra), prendeu, nos dias 26 e 30 de novembro, três investigados pela prática do crime de latrocínio tentado. O fato ocorreu em uma atacadista, no dia 15 de junho de 2020, no setor Campinas, Goiânia.

As investigações deram conta de que Valdson Moreira da Costa (35 anos) teria planejado planejou toda a ação criminosa, depois de obter informações privilegiadas a respeito do trajeto que o gerente do comércio realizava com os ganhos em espécie da empresa. A vítima, após uma reação involuntária, recebeu um disparo em seu braço, momento em que soltou a caixa que portava, com cerca de R$ 160 mil, tendo Valdson se apossado do objeto e evadido com a ajuda de um comparsa em uma moto.

Apurou-se que, para o sucesso do crime, Valdson teria cooptado Ivanildo Duarte de Matos (39 anos), que teria lhe dado cobertura durante a ação e auxiliado na primeira fuga, atuando como piloto da moto, além do apoio de Neilson Matias do Nascimento (41 anos).

A divulgação da imagem e identificação dos presos foi procedida nos termos da Lei nº 13.869/2019, Portaria nº 547/2021– PC e Despacho do Delegado de Polícia responsável pela prisão, especialmente porque os presos são suspeitos de praticar outros crimes graves e a divulgação de sua imagem pode auxiliar no esclarecimento de outros crimes, após reconhecimento por possíveis testemunhas.