Bando que usava documentos de moradores de rua para sonegar ICMS é desarticulado pela DOT

449
Servidores da PC e do Fisco cumprem mandados de busca e apreensão.

A Polícia Civil, por meio da DOT (Delegacia Estadual de Repressão a Crimes contra a Ordem Tributária), juntamente com a Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda), deflagraram na terça e na quarta-feira (21 e 22/08), a Operação “Nota Legal”, que desarticulou uma quadrilha que falsificava documentos e utilizava moradores de ruas para abrir empresas falsas, com a finalidade de emitir notas fiscais utilizadas pelos comerciantes da Região da Rua 44.

De acordo com a delegada Ana Cláudia Stoffel, desta forma os comerciantes trabalhavam na clandestinidade e sem o pagamento do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços), gerando uma concorrência desleal. Cinco pessoas foram presas e os investigadores cumpriram mandados de busca e apreensão em locais onde eram vendidas notas fiscais. “A operação continuará com a finalidade de apurar os comerciantes que se utilizaram da fraude”, afirmou a delegada.

Os valores do prejuízo serão apurados pelo Fisco, mas a estimativa inicial é de que pelo menos R$ 5 milhões tenham sido sonegados.