Cibernéticos prende duas pessoas suspeitas de aplicar golpe em idosa; vítima perdeu mais de R$ 20 mil

210

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), prendeu nessa quarta-feira (06) em flagrante delito um homem e uma mulher residentes em Goiânia, pelo crime de estelionato. Logo após tomar conhecimento de que uma idosa, de 63 anos de idade, havia se tornado vítima de golpe aplicado via WhatsApp, a equipe da DERCC empreendeu diligências no sentido de identificar e localizar os responsáveis pelo crime.

A vítima, por acreditar que sua filha havia trocado o número de WhatsApp, já que a nova conta ostentava uma foto dela, atendeu aos pedidos de transferências bancárias que foram realizados via mensagens no aplicativo e teve um prejuízo que ultrapassou R$ 22 mil.

Foram realizadas três transferências bancárias, em benefício de três contas diversas, todas sediadas em Goiânia. Por meio de todas as diligências realizadas pelos policiais civis da DERCC, foi possível a identificação dos três criminosos favorecidos pelas transferências, sendo que dois foram imediatamente localizados e presos em flagrante.

A autuada informou à equipe policial que havia emprestado sua conta bancária para terceiro desconhecido e, em seu poder, foram encontrados diversos outros cartões bancários, provavelmente destinados para o mesmo fim no esquema criminoso. Já o homem autuado em flagrante, no momento de sua prisão estava na posse de cartão bancário em nome de terceiro, bem como confessou que recebeu a quantia que lhe foi transferida pela vítima e que em seguida fez uso do valor.

Ambos foram autuados em flagrante pelo crime de estelionato e já se encontram recolhidos em cela própria à disposição do Poder Judiciário.