Cibernéticos prende quatro pessoas envolvidas em golpe via Whatsapp contra idosos de Pirenópolis

126

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC) foi procurada nessa terça-feira (25) pelo filho de dois idosos, moradores de Pirenópolis, que desesperado narrou que seus pais haviam caído em um golpe e transferido o valor total de R$ 48 mil. O casal de idosos acreditou em mensagens recebidas pelo aplicativo WhatsApp, nas quais uma pessoa se passou pelo filho deles e lhes pediu transferências bancárias, sendo que os idosos atenderam aos pedidos, por acreditarem que ajudavam o filho, e realizaram duas transferências.

Mas após realizarem as transferências bancárias, os idosos perceberam que haviam caído em um golpe e comunicaram ao filho que reside em Goiânia. Desta forma, a equipe da DERCC verificou que os beneficiados pelos recebimentos dos valores eram moradores de Trindade e se deslocaram para aquela cidade, sendo possível identificar e localizar três beneficiados responsáveis pelas contas bancárias, tratando-se de um casal, homem e mulher, de 27 e 24 de idade, e outra mulher de 22 anos.

Os três primeiros presos apontaram que suas contas bancárias teriam sido alugadas pelo quarto preso, um homem de 24 anos de idade, que, além de ser preso pelo golpe aplicado nos idosos, também foi autuado por tráfico ilícito de entorpecentes, já que, em sua residência, foi apreendida considerável quantidade de maconha armazenada para venda.

Assim, os quatro presos foram autuados pelos crimes de estelionato, qualificado por ter sido praticado contra idosos, associação criminosa e lavagem de capitais, sendo que um deles ainda foi autuado por tráfico de drogas.