CIRA deflagra Operação Laranjas em Mineiros

494

Uma força-tarefa formada por mais de 30 servidores públicos cumpriu, na manhã de hoje (30), mandado de busca e apreensão de documentos físicos e eletrônicos na sede de um grande supermercado varejista e atacadista de Mineiros.

O grupo econômico familiar, composto por 15 pessoas jurídicas, acumulou, ao longo de duas décadas, mais de R$ 58 milhões em dívidas tributárias de ICMS declarados e não pagos.

O Estado de Goiás, diante dos fartos elementos de sonegação fiscal, desvio de finalidade, ocultação, dilapidação e confusão patrimonial, requereu, além da busca e apreensão executada hoje, a desconsideração da personalidade jurídica das sociedades empresariais envolvidas e a indisponibilidade dos bens de todas as pessoas físicas e jurídicas do grupo. Os pedidos foram integralmente deferidos pelo juiz de Mineiros.

Participaram da operação 3 oficiais de justiça, 2 procuradores do estado, 2 assessores, 6 auditores fiscais, 2 delegados e 17 agentes de polícia, entre integrantes do CIRA – Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos. O comitê é formado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE), Secretaria de Estado da Fazenda (SEFAZ), Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT). A operação contou com a colaboração dos policiais civis da 14ª Delegacia Regional da Polícia Civil (DRPC) de Jataí.