Crédito Oculto: PC prende dupla por fraude na negociação de compra de gado

130

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por intermédio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), deflagrou a Operação Crédito Oculto, que culminou na prisão em flagrante de dois integrantes de uma associação criminosa voltada para a realização de negociações fraudulentas na aquisição de animais bovinos. A operação foi desencadeada na última segunda-feira (13).

Os indivíduos foram surpreendidos quando utilizavam dados falsos de um produtor rural da cidade de Alexânia, na tentativa de realizar uma negociação com um criador de Avelinópolis. Valendo-se de meio ardiloso, buscaram adquirir um rebanho avaliado em mais de R$ 400 mil.

A equipe policial apurou que, para ganhar a confiança da vítima, os investigados deram um sinal, mediante depósito bancário em dinheiro, no valor de R$ 36 mil, além de firmarem contrato com dados e selo de cartório falsos, referente ao restante do pagamento em parcelas que totalizavam mais de 90% do acordado.

As investigações, até o momento, apontam para a existência de uma associação criminosa voltada para prática de estelionato, que busca aplicar fraudes diversas, valendo-se de estrutura financeira, logística e divisão de tarefas entre os envolvidos, objetivando unicamente a obtenção de vantagem econômica ilícita em detrimento do prejuízo da vítima.

Foram identificados e autuados em flagrante delito José Ribamar Pereira Silva, 52 anos de idade, e Leandro Severino Alves, 42 anos, sendo que ambos já ostentam condenações criminais. As imagens e qualificações dos suspeitos foram divulgadas em razão da primazia do interesse público sobre o particular, no caso em questão, tendo em vista ser possível que os investigados tenham praticados outros crimes e em conformidade com os ditames da Lei nº 13.869/2019 e Portaria nº 547/2021-PCGO, com fulcro no despacho do delegado responsável pelo inquérito policial.