Decar cumpre em Goiás mandados referentes a operação no Triângulo Mineiro

760

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (DECAR), cumpriu, no dia 20 de dezembro, três mandados de prisão em empresas de Goiás. A ação foi um apoio à operação da Polícia Civil de Minas Gerais, referente a investigação acerca de fraudes em licitações na Câmara Municipal de Tupaciguara, no Triângulo Mineiro. Nos dois estados foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisões temporárias.

O inquérito policial apura a suspeita de compras fraudulentas de móveis e a confecção de uma galeria de ex-presidentes da Câmara Municipal do município mineiro. As investigações da Polícia Civil de MG começaram há cerca de dois meses. Com os elementos já obtidos, a autoridade policial responsável representou pelas medidas judiciais contra os investigados. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em três gabinetes de vereadores, setores de licitação, e contratos da Câmara Municipal, além das sedes de empresas localizadas em Goiânia e Aparecida de Goiânia.