A Polícia Civil de Goiás por intermédio da Delegacia Estadual de Repressão a Roubos de Cargas (Decar) e com o auxílio da Polícia Civil do Ceará, deflagrou, na terça-feira (17), a Operação Sol da Justiça. Nessa ação, foram cumpridos três mandados de prisão preventiva em desfavor de Wandermark Monteiro Coelho, Felipe Alves Nunes e Ronã Souza Soares.

Após cinco meses de investigações, foi apurado que os investigados foram responsáveis por inúmeros roubos de cargas de gêneros alimentícios nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Tocantins e Goiás. Eles causaram prejuízos calculados em mais de R$ 8 milhões. Em Goiás, a organização criminosa subtraiu três carregamentos de óleo de soja em uma mesma oportunidade, com restrição às liberdades dos motoristas e seus familiares.

Ainda de acordo com as investigações, os integrantes do grupo criminoso se passavam por policiais e em falsas blitz montadas nas rodovias. A partir desse estratagema, eles abordavam os motoristas e subtraíam-lhes os produtos transportados, os quais eram repassados a receptadores que, por sua vez, encomendavam os roubos.