Decon e Vigilância Sanitária fazem operação em empresa que vendia produtos de frios sem alvará de funcionamento; fábrica usava selo de inspeção de outra empresa

277

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) efetuou, na manhã desta terça-feira (02), uma ação em conjunto com a Vigilância Sanitária Municipal de Aparecida de Goiânia e o órgão de inspeção sanitária de Senador Canedo. A ação foi deflagrada para apreender vários produtos – como salsicha, queijos e muçarela – de uma empresa sediada em Aparecida de Goiânia. Foram apreendidos cerca de 150 quilos de frios na empresa alvo da operação.

Esta empresa funciona de forma clandestina, não tem alvará de funcionamento e tem usado o selo de inspeção federal e o selo de inspeção estadual de outras empresas, a fim de conseguir vender os produtos. Um dos selos usados indevidamente, inclusive, é de uma empresa do Rio Grande do Sul. Esta empresa foi alvo de mandado de busca e apreensão cumpridos pelos policiais civis da Decon. Além da busca na sede da empresa, foram realizadas apreensões dos produtos em 8 estabelecimentos de Senador Canedo.

Os produtos são comercializados, principalmente, em Senador Canedo. E foram apreendidos tanto lá quanto na sede da empresa, que funciona em uma residência, em Aparecida de Goiânia. A empresa foi interditada pelo órgão sanitário. A responsável pela empresa foi ouvida e deve responder a inquérito policial por crime contra as relações de consumo. As equipes seguem em diligências para encontrar e apreender os produtos vendidos por essas empresas em supermercados das duas cidades. Os produtos apreendidos serão encaminhados para perícia.