Delegada Sabrina Leles fala, a jornal da capital, sobre crimes cibernéticos

800

A delegada Sabrina Leles, titular da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), falou, neste domingo,  ao Jornal Opção, onde falou sobre a ocorrência dessa natureza em Goiás. Na publicação, a delegada explicou que os crimes digitais são divididos em próprios e impróprios, sendo, respectivamente, aqueles são nativos da internet e aqueles que poderiam ser cometidos por outro meio, mas que são facilitados pelas ferramentas online.

Na entrevista, a delegada alerta que, apesar de as ocorrências de crimes digitais crescerem em Goiás, a internet não é terra sem lei. Segundo Sabrina, a Polícia Civil tem meios de investigação para chegar ao criminoso e programas de computador específicos para rastrear rapidamente as pistas falsas deixadas por centenas de IPs na internet.  (Foto: Fábio Lima)

Leia a matéria completa no site do Jornal Opção: Cinco tipos de crimes digitais devem dominar a internet brasileira em 2019