Dema e Semad realizam operação na Chapada dos Veadeiros

94

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), e a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semad) realizaram nesta semana uma grande operação contra o loteamento irregular de áreas na Chapada dos Veadeiros. A operação tem como alvo a Área de Proteção Ambiental (APA) de Pouso Alto, nas cidades de Alto Paraíso de Goiás e Distrito de São Jorge. Os loteamentos alvo da operação foram identificados via satélite e a Polícia Civil verifica a regularidade do parcelamento da terra, possível desmatamento e uso dos recursos hídricos.

A Operação foi batizada com o nome Candombá. Administrativamente, já foram emitidos pela Semad cerca de 25 autos de infração administrativa com multas que somam mais de R$ 3 milhões. Foi apreendida uma máquina do tipo pá carregadeira utilizada para abertura irregular de estradas em área de proteção. Segundo a investigação, várias áreas da Chapada dos Veadeiros estão sendo comercializadas ilegalmente por estrangeiros. De acordo com a delegada Lara Menezes, da Dema, há grande especulação imobiliária na região da cidade de Alto Paraíso e, por isso, vários parcelamentos irregulares do solo têm sido promovidos para edificação de chácaras de recreio às margens de rios. Algumas das construções, inclusive, teriam sido erguidas por moradores de Brasília para abrigar templos religiosos, de meditação e ainda pousadas e chalés.