Depai apreende autores de atos infracionais patrimoniais

568

A Delegacia Estadual de Apuração de Atos Infracionais (Depai) cumpriu, em ações distintas, mandados de busca e apreensão em desfavor dos imputáveis Alessandro Ferreira de Sena Júnior e Raíssa Caroline Viana Queiroz na terça-feira (13).

Raíssa foi investigada pelo Grupo Antirroubo a Residência, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Garra/Deic) e identificada como a executora do latrocínio de João Moreira da Rocha, ocorrido no dia 08 de fevereiro na Granja Cruzeiro do Sul, em Goiânia. A vítima faleceu no hospital seis dias após a ação da autora, que era adolescente à época dos fatos.

Após representação da Depai, os autos foram encaminhados para o Juizado da Infância e Juventude para a expedição da medida cautelar que foi cumprida. Alessandro foi identificado como executor de dois roubos a residências ocorridos na capital. Os apreendidos serão conduzidos ao Poder Judiciário para cumprimento de internação provisória.