DERFRVA cumpre mais um mandado de prisão em desfavor de investigado por roubo de veículo

150

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos Automotores (DERFRVA), em continuidade à Operação Trajeto Seguro, cumpriu, no dia 4 de março, mandado de prisão temporária em desfavor do investigado Douglas Caique da Silva Barreira.

De acordo com as investigações,  Duglas é um dos três indivíduos que, no dia 5 de janeiro do corrente ano, subtraíram, mediante violência física e grave ameaça exercida com emprego de arma branca, o veículo de um motorista de aplicativo e outros pertences pessoais, fato ocorrido no Residencial Vale dos Sonhos, em Goiânia.

No dia do crime, ao chegar ao local de partida da corrida, dois indivíduos embarcaram no veículo e, durante o percurso, anunciaram o assalto. A vítima entrou em luta corporal com um dos criminosos e foi golpeada com uma facada nas costas, porém o objeto quebrou. Além disso, levou socos no corpo e teve lesões na face, braço direito, mão esquerda e região torácica.

Após diversas diligências investigativas, surgiram indícios de que o investigado seja um dos autores do crime. Após a prisão, o investigado afirmou que foi o veículo subtraído seria comercializado e o dinheiro arrecadado seria repartido em partes iguais. Contudo, o automóvel foi recuperado na mesma data da prática do crime e restituído para o legítimo proprietário.

Douglas ainda figura como alvo em um outro mandado de prisão preventiva, também cumprido durante a Operação Trajeto Seguro, referente a crime de roubo de veículo automotor praticado mediante emprego de arma de fogo, no dia 7 de janeiro do corrente ano, no Parque Industrial de Goiânia, Goiânia.

Na ocasião, o investigado, mediante violência e grave ameaça exercida com uma arma de fogo, subtraiu, para si, um veículo de uma vítima que trabalhava como motorista de aplicativo. Na data dos fatos, o trabalhador foi acionado para atender uma corrida cujo início seria na Vila Viana, município de Goiânia-GO, e o destino o Residencial Jardim Canedo 3. Segundo as investigações, o suspeito entrou sozinho no veículo da vítima e, já no fim da corrida, anunciou o assalto.

A imagem do suspeito está sendo divulgada em razão da primazia do interesse público sobre o privado, no caso em questão, haja vista possibilidade do investigado ter feito outras vítimas.