DERFRVA cumpre prisão de mais dois investigados na Operação Falsos Policiais

148

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Veículo (DERFRVA), cumpriu nesta quarta-feira (03), mais dois mandados de prisão temporária em complemento à Operação Falsos Policiais, desencadeada em dezembro de 2020, que teve por objetivo desarticular uma associação criminosa armada, formada por indivíduos que obtêm informações de vítimas que adquirem veículos mais velhos e as identificam como potenciais alvos para serem abordadas. Os investigados, fingindo serem policiais civis, inclusive com a utilização de distintivos, “apreendiam” os veículos, juntamente com os celulares e dinheiro em espécie, com a falsa informação de que se tratam de veículos que foram utilizados na prática de crimes (homicídios, roubos, tráfico de drogas etc) e pediam que as vítimas comparecessem na Delegacia de Polícia, no dia posterior, para serem ouvidas.

Os investigados acreditavam que as vítimas, considerando que os veículos eram antigos e com pendências administrativas, não registrariam a ocorrência. Então os veículos seriam vendidos para circularem na zona rural e o lucro auferido seria repartido.

Os indivíduos presos na presente data são suspeitos de participação na extorsão e subtração do veículo GM/CELTA, cor preta, ano 2008, ocorrido no dia 18 de março de 2020. Outros três indivíduos investigados por integrarem esta associação criminosa já se encontram presos. Com as prisões de hoje, a Polícia Civil concluiu os três inquéritos policiais instaurados para investigar o grupo criminoso. Os presos estão à disposição do Poder Judiciário.