DERFRVA prende integrante de organização criminosa suspeito de golpes contra idosos; compras eram feitas com cartão bancário das vítimas

261

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Furtos e Roubos de Veículo Automotores (DERFRVA), prendeu ontem (28), em flagrante delito, Fernando Roberto Marciano em razão da prática do crime de estelionato contra idosos. O preso é integrante de uma organização criminosa que age em todo o país realizando golpes contra pessoas idosas. Foram identificadas vítimas entre 63 e 78 anos de idade.

O golpe é aplicado da seguinte forma: um(a) integrante do grupo liga para a vítima passando-se por uma funcionária do banco e diz que o cartão bancário da vítima foi clonado, que foram efetuadas compras indevidas e que o banco já havia bloqueado o cartão. Também informa que a vítima não precisaria se preocupar e que só deveria entregar o cartão para um funcionário do banco que iria até a residência da vítima buscá-lo. Essa suposta atendente que liga para as vítimas passa números de protocolos e até mesmo faz a vítima redigir uma carta em que informa que tem interesse em colaborar com a polícia na futura investigação. Também pede para entregar a carta em envelope lacrado ao funcionário do banco que vai ao encontro da vítima, tudo isso para persuadir e ludibriar pessoas vulneráveis.

Com Fernando foram encontradas 18 máquinas de cartão de crédito e débito e cartões bancários de vítimas. Ele confessou aos policiais civis que veio do Estado de São Paulo e está em Goiânia há uma semana com o intuito de praticar o golpe e que sua função na organização criminosa era apenas de pegar os cartões bancários e realizar as compras com as máquinas que tinha.
A imagem de Fernando é veiculada na notícia tendo em vista o interesse público de que outras vítimas possam reconhecê-lo.