DIH apreende menor suspeito de ato infracional análogo a homicídio praticado no Setor Central

90

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), cumpriu nessa terça-feira (25) mandado de internação provisória de um menor de 17 anos de idade, morador de rua, suspeito de ter matado a pessoa de Emir Alves Pereira. A vítima foi morta, com golpes de barra de ferro e golpes de faca, na madrugada de 30 de junho deste ano, na Rua 04, no Setor Central, capital.

Os investigadores conseguiram coletar câmeras de segurança que captaram parte da dinâmica criminosa. Através de análise das imagens, e de diversas diligências investigativas, os policiais civis conseguiram identificar o menor suspeito do ato infracional análogo a homicídio.

Durante suas declarações, o menor confessou detalhadamente sua participação no ato infracional. A motivação do crime, segundo apurado, foi o fato de a vítima se aproximar do grupo de moradores de rua se dizendo pertencente a uma facção criminosa é rival à facção criminosa que comandaria o crime no Setor Central de Goiânia, o que teria gerado uma discussão entre eles. O menor, que já possui anotação criminal pelo ato infracional análogo ao crime de tentativa de homicídio, está à disposição do juizado da infância e juventude. Um outro maior também é suspeito de participação no crime. Ele está foragido, mas a equipe da DIH faz buscas para encontrá-lo.