DIH deflagra Operação Monte Cristo e desarticula célula de facção criminosa que agia no Setor São José

335

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), prendeu, no dia 4 de maio de 2021, três membros de facção criminosa voltada ao tráfico de drogas, suspeitos de homicídios em Goiânia, sendo dois maiores de idade e um adolescente.

As investigações tiveram início após o homicídio da pessoa de Magaiver Novais da Silva, morto por disparos de arma de fogo na data de 8 de novembro de 2020, no Setor São José.

Durante a investigação, apurou-se que o homicídio foi praticado em virtude de dívidas de drogas contraídas pela vítima com integrantes de organização criminosa, sendo executada pela pessoa de Nathan Vinicius Freitas Santos, vulgo “Douglinhas”, que agiu na companhia de um adolescente.

Durante a operação, “Douglinhas” e um outro adolescente, também integrante do grupo, foram preso/apreendido em flagrante por tráfico de drogas, já que foram surpreendidos em poder de dezenas de porções de maconha e crack, destinadas à comercialização, além de um caderno de contabilidade utilizado para controle do tráfico de drogas.

Uma das armas de fogo supostamente utilizadas no crime de homicídio, uma pistola, também foi apreendida.

O nome da operação faz alusão ao local utilizado pelo grupo como ponto de venda de drogas, a Praça Monte Cristo, no Setor São José.

A divulgação da imagem dos presos foi precedida nos termos da Lei n.º 13.869, Portaria n.º 02/2020 – PC e Despacho DIH/DGPC – 09555 da lavra dos responsáveis pela investigação, especialmente porque visa à identificação de possíveis outros crimes praticados pelos suspeitos, bem como surgimento de novas testemunhas e elementos informativos.