DIH: mais um é preso por envolvimento em morte por espancamento

104

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH), prendeu, na quarta-feira (15), um indivíduo que, segundo investigação, na companhia de outros suspeitos, mataram um homem de 22 anos com pauladas e pedradas, ocasionando sua morte imediata.

No dia do fato, a vítima, após defender sua avó de agressões de outro indivíduo, chegou a desferir uma facada contra este agressor. Em seguida, os três homens, entre eles o que machucou sua avó, se revoltaram e planejaram a morte da jovem.

Os presos, ao ficarem sabendo da desavença em questão, foram até a casa da vítima e ameaçaram a família dele, oportunidade em que a vítima chegou ao local. Neste momento, então, os homens começaram a agredi-lo com pauladas e pedradas.

Nesse sentido, ainda durante as agressões com pauladas e pedradas, a vítima foi esfaqueada e morta em frente à residência em que morava com a esposa e três filhos, ocasionando sua morte no local.

Após realizar a prisão em flagrante de dois indivíduos, dando continuidade às investigações, foi identificado o terceiro homem. A PCGO, então, representou por sua prisão, cumprindo-a na quarta (15).

Em seu interrogatório, o terceiro preso, de nome Gilson Aparecido Arruda, alegou que a vítima teria lhe dado um golpe de faca no braço, momento em que ele teria lhe dado um soco e dois chutes. Ele alega, ainda, não ter sido o responsável pela morte, apesar de estar no momento em que a vítima foi agredida e morta.

Após todas as diligências realizadas, o inquérito será concluído nos próximos dias e o procedimento encaminhado ao Poder Judiciário.

A divulgação da imagem e identificação do(s) preso(s) foi precedida nos termos da Lei n.º 13.869, Portaria n.º 02/2020 – PC e Despacho do  Delegado de Polícia responsável pela investigação, especialmente porque visa à identificação de eventuais testemunhas e outras pessoas envolvidas no crime, posto que testemunhas ainda não localizadas presenciaram as agressões e a consequente morte da vítima.