DIH prende em flagrante suspeito de matar menor em um CMEI abandonado em Goiânia

351

Os policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) prenderam, em flagrante delito, nesta quinta-feira (1º), Luiz Henrique Lodovino de Morais Ferreira. Ele é suspeito de cometer o crime de homicídio qualificado por motivo torpe e emprego de recurso que dificultou a defesa do ofendido.

Na madrugada do dia 31 de julho último, o menor de idade J. R. O. foi brutalmente esfaqueado na região do peito, e morreu no local. O autor dispensou a faca num matagal próximo e fugiu da cena do crime. Os policiais conseguiram identificar e localizar o suspeito, assim como testemunhas do fato.

Luiz Henrique confessou o homicídio e indicou onde ocultou o objeto do crime. Ele ainda explicou que matou o menor de idade por vingança. Conforme confessou, a vítima era seu comparsa na prática de roubos a transeuntes, sendo que, cerca de uma semana atrás, roubaram o celular de uma pessoa que se encontrava num ponto de ônibus, combinando de vender e repartir o proveito do crime. Ocorre que, segundo Luiz, a vítima não lhe repassou o valor combinado, o que lhe deixou furioso e com desejo de vingança.

Assim, fingiu não estar insatisfeito com o amigo e o convidou para irem juntos à uma batalha de rimas. No retorno, convidou a vítima para usar drogas no CMEI que se encontra abandonado, no Setor Jardins do Cerrado IV, em Goiânia. Lá, de posse de uma faca de caça, com um único golpe a cravou no peito da vítima, fazendo-a agonizar até a morte.

Delegado responsável: João Victor S. Costa.