DIH prende envolvido em homicídio

381

Policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) efetuaram hoje (22) a prisão de Maxuell Alves Ferreira. Ele estava foragido e foi preso depois de ter sido reconhecido pelos policiais enquanto passeava em um shopping de Goiânia.

De acordo com a investigação da DIH, Maxuell é suspeito de participação no homicídio de Katiany Souza da Cruz.

Consta dos autos do inquérito que, no dia 24 de novembro do ano passado, Celline Iacinto Teles foi violentamente espancada, tendo ido a óbito três dias depois. Seu companheiro Michell Platiny, ao tomar conhecimento de que Celine estava prestes a falecer, registrou ocorrência apontando como autora das agressões sua ex-namorada Katiany Souza da Cruz.

A suposta autora Katiany Souza, por sua vez, também foi morta por vários disparos de arma de fogo no mesmo dia do registro da ocorrência. A investigação demonstrou que Michell matou sua companheira Celine, construiu um álibi, e em seguida assassinou Katiany como forma de “queima de arquivo”.

Michell Platiny Souza e Silva foi preso no dia 18 de dezembro do ano passado. Agora, pouco mais de dois meses depois, os agentes conseguiram prender Maxuell Alves Ferreira, partícipe do crime. Ao proceder à busca pessoal, verificou-se que o suspeito portava uma arma de fogo, do tipo pistola calibre 380. A arma foi apreendida e Maxuell responderá por homicídio qualificado.