DIH prende pistoleiro contratado por mulher para matar o marido; homicídio não chegou a ser consumado

109

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), prendeu em flagrante, no dia 17 de maio deste ano, um homem suspeito pelo crime de extorsão. De acordo com as investigações, ele teria sido contratado por uma mulher para executar o próprio marido, de quem havia se separado recentemente. As investigações apontam que ele receberia o total de R$ 20 mil pelo serviço, sendo que R$ 6 mil já haviam sido pagos.

Ocorre que o investigado, após aceitar o contrato para matar a vítima, passou a extorquir o alvo, exigindo valor superior ao que seria pago pela mulher, para não concretizar sua execução. Após tomar conhecimento dos fatos, a Polícia Civil realizou diversas diligências e conseguiu identificar o suspeito. O suspeito foi preso no momento em que chegava no local de trabalho da vítima, no Setor Alto da Glória, Goiânia, a fim de receber a quantia em dinheiro que ainda faltava para não executar o serviço.

Durante seu interrogatório, na sede da DIH, o suspeito confessou o crime, afirmando ter sido contratado pela mulher da vítima para matá-lo. As investigações seguem em andamento até a completa elucidação do fato, sobretudo quanto à individualização da conduta das duas mulheres envolvidas na situação.

 A imagem do suspeito está sendo divulgada em razão da primazia do interesse público sobre o privado, no caso em questão, haja vista possibilidade do investigado ter feito outras vítimas, além de contribuir para o aparecimento de outras testemunhas do fato em apreço.