DIH prende suspeito de ter cometido três assassinatos no Parque Amazônia

308

A Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) cumpriu, nessa quinta-feira (29), dois mandados de prisão preventiva expedidos pelo Poder Judiciário contra Fábio Meire de Amaral, suspeito de dois homicídios ocorridos no setor Parque Amazônia, em Goiânia.

Em seu interrogatório, Fábio confessou a autoria do crime de homicídio que vitimou Edna Maria Muniz dos Santos, no dia 4 de março deste ano. Fábio era conhecido da vítima e a chamou para juntos usarem drogas. Quando caminhavam pela rua, o autor sacou um revólver e efetuou dois disparos na nuca da vítima.

Já no dia 2 de abril deste ano, Fábio se encontrou com a vítima Bruno Henrique da Costa parada em uma lanchonete, momento em que Fábio o chamou para irem buscar drogas. No caminho, ele sacou um revólver e efetuou seis disparos contra a vítima, que faleceu no local.

Antes de ser revelada a autoria, Fábio chegou a procurar a DIH para imputar a autoria dos crimes a outra pessoa, mas logo foi descoberto pela equipe de investigadores. Dos cinco crimes de homicídio ocorridos no parque Amazônia no ano de 2019, três são de autoria de Fábio Meire, já que ele também é o responsável pelo homicídio de Andrey Palheta, ocasião em que foi autuado em flagrante.