DIH prende suspeitos de quatro homicídios em Goiânia

431

A Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) prendeu, nesta segunda-feira 25 de fevereiro, Luciano Martins da Fonseca e Ronaldo Diego Alves Nunes (vulgo “Pardal”) pela participação nos homicídios de Cícero Rego de Paula, Milton Trindade da Silva, Alessandro Alves da Silva (conhecido como “Sapinho”) e José Ferreira da Silva (apelidado de “Tchê). Eles foram mortos em dezembro do ano passado, no Setor Urias Magalhães, em Goiânia.

Apurou-se que os investigados faziam parte de uma associação criminosa que comercializava drogas na localidade. O grupo era chefiado de dentro do presídio por Pedro Gabriel Menezes Franco, conhecido pelo apelido de “Biel”. As vítimas eram usuárias de entorpecente e foram assassinadas em razão de dívidas de droga com o grupo criminoso.

Foi dado cumprimento ainda aos mandados de prisão em desfavor das seguintes pessoas: Pedro Gabriel, chefe do grupo, Denis Petterson Menezes, Edson Dener Menezes de Souza, Ana Lúcia de Lima Mesquita, Matheus Máximo de Souza Júnior e Maurício Máximo de Souza Júnior, também integrantes da associação criminosa e com participação nos homicídios mencionados. Eles já estavam presos por outros crimes, entre os quais o homicídio de Erivaldo Ferreira da Rocha, ocorrido no dia 13 de janeiro deste ano. Erivaldo teve sua cabeça cortada e jogada nas proximidades de um shopping da capital.