DIH prende três autores por homicídio ocorrido no Jardim Guanabara

465

Os policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) prenderam, na última quinta-feira (26), Weberton Taveira dos Santos, vulgo “Tonzinho”, pelo envolvimento no duplo homicídio de Thiago Santana da Silva e Augusto Aguiar da Silva, vulgo “Cotia”, ocorrido no dia 22 de dezembro do ano passado, na Rua Carioca, Jd. Guanabara, em Goiânia. O outro executor, Pedro Henrique de Sá Silva, e o mandante Leandro Souza foram presos em agosto pela DIH.

O inquérito policial apurou que as vítimas eram traficantes de drogas na região dos fatos e integrantes de uma associação criminosa. Weberton também comercializava drogas na localidade, entretanto, fazia parte de associação criminosa rival, a qual é liderada de dentro da POG por Leandro de Sousa Santos, vulgo “Popo”.

Com a finalidade de manter o domínio do tráfico de drogas na região, Weberton e Pedro Henrique, outro integrante da associação criminosa, a mando de Leandro, resolveram então matar as vítimas. Eles se passaram por compradores de entorpecente, fizeram encomenda de drogas para as vítimas e acertaram a entrega no local dos fatos. Quando as vítimas chegaram no local combinado, em um veículo VW Gol, para entrega da droga encomendada, Pedro Henrique e Weberton, que já estavam esperando, efetuaram diversos disparos de arma de fogo contra as vítimas, que foram atingidas e vieram a óbito no local. Após o fato, os autores fugiram do local de bicicletas.

Pedro Henrique de Sá já havia sido preso por policiais civis da delegacia especializada em agosto deste ano. Foi dado cumprimento ainda a mandado de prisão contra Leandro Souza para que ele também seja responsabilizado pela infração penal.