DOT participa de segunda fase da Operação Crassus, deflagrada pela PCDF

632

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT), participou, nesta terça-feira (28), da segunda fase da Operação Crassus, deflagrada pela Divisão de Repressão aos Crimes Contra a Ordem Tributária da Polícia Civil do Distrito Federal.  O alvo da ação é um grupo empresarial acusado de fraudar Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O cumprimento de dois mandados de busca e apreensão ocorreram em endereços vinculados a um contador que tinha como função o assessoramento técnico das atividades ilícitas exercidas pelo grupo criminoso, que atua no mercado de peças automotivas e que seria responsável por um prejuízo de aproximadamente R$ 50 milhões aos cofres públicos.

Funcionários e diretores da empresa são acusados de enganar a fiscalização tributária por meio de omissão de informações, declarações de dados e documentos falsos. A parte patrimonial da empresa também era colocada no nome de laranjas. Os indícios são de organização criminosa e lavagem de dinheiro.