DPCA prende preventivamente homem investigado suspeito de estupro a filha adolescente; menina ficou grávida

368

A equipe da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Goiânia deu cumprimento, na data de hoje (20), ao mandado de prisão preventiva em desfavor de um investigado por, supostamente, abusar sexualmente de sua filha menor, dos 15 aos 17 anos de idade, tendo, inclusive, engravidado a vítima. Ao longo da investigação, outras duas filhas do investigado procuraram a Delegacia para informar que também foram vítimas de abuso perpetrado pelo suposto autor. O suspeito enviou mensagens de cunho ameaçador às vítimas, o que fundamentou o pedido de prisão, além da gravidade em concreto do delito. A conclusão do inquérito aguarda o exame de DNA para confirmação da paternidade do filho de uma das vítimas.