DPCA prende suspeito de estupro e tortura a sobrinha com microcefalia

247

Os policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) efeturam hoje (quarta-feira, 26) o cumprimento do mandado de prisão preventiva de M. R. D., investigado por estuprar e torturar sua sobrinha Y. R. C., de 12 anos de idade e portadora de microcefalia, além de torturar outro sobrinho, menor W. R. C., de 14 anos de idade.

M. R. D., em um dos atos de tortura, chegou a quebrar um dente do menor W. R. C. com um murro. O autor também obrigava seu sobrinho a vigiar carros na feira para ficar com o dinheiro. Os menores conseguiram fugir de casa e foram abrigados por professores deles que acionaram o conselho tutelar. Assim que a autoridade policial tomou conhecimento dos fatos, representou pela prisão preventiva do suspeito, o qual estava foragido. Após incessantes diligências dos policiais civis, foi possível dar cumprimento ao mandado de prisão nesta data.