Draco e Deam prendem suspeito de subtrair combustível de dutos da Petrobrás; operação teve apoio da PRF

282

A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de integrar organização criminosa especializada na subtração de combustíveis de dutos da Petrobrás. Utilizando-se da técnica conhecia por “trepanação”, que é a perfuração dos dutos de movimentação dos derivados de petróleo, a organização conseguiu subtrair milhares de litros de combustíveis da referida empresa.

A operação, que resultou na prisão do suspeito, foi feita em conjunto pelos policiais da Delegacia Estadual de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Senador Canedo e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Após a sua subtração, a organização contava com uma estrutura própria de caminhões que transportavam o combustível para receptadores. A maioria deles era de postos de combustíveis que tinham conhecimento do esquema criminoso.

Os integrantes do grupo foram identificados após terem agido na zona rural do município de Bonfinópolis, oportunidade em que, após a subtração, tais criminosos abandonaram o local às pressas.

Entretanto, devido à grande pressão causada pela perfuração do duto, milhares de litros de combustível foram deslocados, causando grande contaminação ambiental bem como de alguns recursos hídricos nas proximidades, oferecendo risco de contaminação de pessoas e a possibilidade de explosões.

Após levantamentos e inúmeros trabalhos investigativos, ficou demonstrado o envolvimento de pessoas provenientes de outras unidades da federação – tais como, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo – no esquema.

Por meio da força-tarefa entre a Polícia Civil de Goiás e a PRF, foi possível localizar e prender um integrante da organização que até então encontrava-se foragido.