Dupla é presa suspeita de matar torcedor do Goiás em ônibus

630

Jhonathan de Oliveira Melo, 32 anos, e Maicon Oliveira Gomes, 26, operários da construção civil e mebros da torcida organizada do Vila Nova, foram presos no dia 28 de setembro, no Estádio Serra Dourada, enquanto assistiam a um jogo, suspeitos de matar, a tiros, o estudante Fabrício Ferreira da Silva, de 18 anos, dentro de um ônibus, na capital.

De acordo com o delegado Ernane Cazer, responsável pelas investigações, o motivo do homicídio foi uma rixa entre torcidas, uma vez que a vítima era torcedora do Goiás, maior rival do colorado. Ao serem apresentados à imprensa na manhã desta quarta-feira (3), na Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH), ambos ficaram em silêncio, mas, segundo policiais, eles confessaram o crime em depoimento.

Fabrício foi alvejado no peito após sair de um evento da Força Jovem, torcida organizada do Goiás, em Goianira, na Região Metropolitana de Goiânia, em setembro do ano passado. Imagens de câmera de segurança mostram quando ele está no terminal e entra no ônibus. A vítima seguia para casa, no Setor Forte Ville. Os autores do crime estavam em uma moto e um carro. Eles seguiram o ônibus, o cercaram e entraram quando o veículo parou em um ponto de ônibus. (Foto: Jerônimo Junio)