Gab/Deic prende autor de ao menos nove ataques a caixas eletrônicos

581

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo Antirroubo a Banco (GAB/DEIC), prendeu em Uberlândia (Minas Gerais), nessa terça-feira (23), Jorge Santana de Araújo, integrante de uma facção criminosa paulista. A organização da qual o investigado faz parte chefia um grupo criminoso especializado na explosão de caixas eletrônicos com a utilização de artefatos explosivos caseiros.

Já foram realizadas mais de uma dezena de ações criminosas desde o ano de 2016, nos estados de Goiás e Minas Gerais. A prisão foi efetuada com o apoio do Batalhão de Rotam (PMGO) e da Polícia Federal em Uberlândia.

Segundo a investigação do GAB/DEIC, Jorge Santana foi responsável por seis explosões a caixas eletrônicos em Aparecida de Goiânia, duas em Goiânia e uma em Goianira, todas elas ocorridas no ano de 2016. Ao localizar o investigado, também foram cumpridos dois mandados de prisão que ele possuía em aberto, entre eles uma condenação definitiva.

“Jorginho”, como é conhecido, mesmo depois de preso, comandou explosões de dentro da Penitenciária Odenir Guimarães (POG), nos anos de 2017 e 2018, no interior do Estado de Goiás, e mesmo assim progrediu de regime há três meses, quando rompeu sua tornozeleira e fugiu para Uberlândia, onde passou a usar um Registro Geral (RG) falso, planejando novos ataques.