GARRA/DEIC prende o homicida mais procurado de Itumbiara; ele era foragido de dois Estados

226

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC) e seu Grupo de Repressão a Roubos (GARRA), após troca de informações com o Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (Genarc) e o Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Itumbiara, efetuou nessa terça-feira (11) a prisão de Gilliardy de Sousa Moreira, 26 anos, conhecido como “K.R.”, considerado o homicida mais procurado da cidade de Itumbiara.

Gilliardy era procurado pelas Justiças de Minas Gerais e Goiás, havendo contra ele três mandados de prisão em aberto. Ele esteve preso na cidade de Uberlândia (MG), onde, de forma ainda a ser esclarecida, conseguiu fugir do Presídio Professor Jacy de Assis.

A equipe do GARRA/DEIC recebeu informações do Genarc de Itumbiara a respeito do paradeiro de um criminoso de alta periculosidade, suspeito de pertencer a uma conhecida facção criminosa, que estaria em um condomínio de prédios na cidade de Aparecida de Goiânia. Os policiais civis foram até o local onde, após os levantamentos típicos de investigação, conseguiram efetuar a prisão do foragido. No momento da abordagem, o investigado tentou ludibriar os policiais, apresentando documento de identidade falso, em nome de uma terceira pessoa.

Na residência, foi apreendido um revólver, calibre .38. A apreensão poderá auxiliar na elucidação de diversos crimes ocorridos em Itumbiara, onde o preso é investigado por quatro homicídios consumados e três tentados. O investigado teve cumprido os três mandados de prisão e ainda autuado em flagrante delito pelos crimes de posse irregular de arma de fogo e uso de documento falso.

A divulgação da imagem e identificação do preso foi procedida nos termos da Lei nº 13.869/2019, Portaria nº 02/2020 – PC e Despacho do Delegado de Polícia responsável pela prisão, especialmente porque o preso é suspeito de praticar outros crimes graves e a divulgação de sua imagem pode auxiliar no esclarecimento de outros crimes, após reconhecimento por possíveis testemunhas.