Idoso de 72 anos é preso por abusar da neta de 8 anos de idade

103

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Goiânia (DPCA), deu cumprimento, no dia 9 de novembro, a mandado de prisão preventiva expedida em desfavor de um idoso pela prática dos crimes de estupro de vulnerável e coação no curso do processo.

O autor, de 72 anos, é investigado pelo crime de estupro de vulnerável praticado em desfavor da neta menor, de apenas 8 anos de idade. Segundo a delegada Gabriela Adas, responsável pelo inquérito, os elementos informativos angariados aos autos apontam que o idoso submeteu a vítima a ato libidinoso diverso da conjunção carnal, que é o coito vaginal.

Contudo, designada audiência para colheita do depoimento sem dano, a menor e sua representante legal deixaram de comparecer ao ato, chegando ao conhecimento da delegacia especializada que ambas foram ameaçadas pelo autor, que coagiu as partes, dizendo que iria matá-las com o uso de uma arma de fogo, caso dessem continuidade ao processo.

Com o fim de garantir a ordem pública e o desembaraço da instrução criminal, a autoridade policial representou pela prisão preventiva do averiguado, medida prontamente deferida pelo Poder Judiciário e cumprida pela Polícia Civil.

O autor, que negou a prática delituosa, será agora recolhido ao sistema penitenciário e ficará à disposição do Poder Judiciário.