Novo Cangaço: Polícia de Goiás prende criminosos de alta periculosidade

198

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo Antirroubo a Banco da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GAB/Deic), com apoio da Polícia Militar de Goiás, localizou dois indivíduos de alta periculosidade na última quarta-feira (13). Eduardo Nonato da Silva, vulgo Dudu, e Fábio da Silva, ambos foragidos dos estados de Goiás, Tocantins e Pará, são suspeitos de ações criminosas contra instituições financeiras, na modalidade “novo cangaço” e “sapatinho”.

A dupla foi localizada em uma comunidade na cidade de Carapicuíba/SP. Com o apoio da Polícia da Polícia Federal de Tocantins e Polícias Civil e Militar de São Paulo, foram cumpridos os quatro mandados de prisão em desfavor de Eduardo e os dois mandados de prisão em desfavor de Fábio, além da apreensão de arma de fogo, tipo pistola, semiautomática e RGs falsos dos investigados.

Segundo o delegado Samuel Moura, o investigado Dudu, além de ser apontado como um dos ladrões de banco mais atuantes das regiões Centro-Oeste e Norte do país, foi responsável por uma tentativa de feminicídio contra sua ex-companheira, com vários disparos de arma de fogo, no último dia 8 de março desse ano (Dia Internacional da Mulher), em Anápolis, região metropolitana de Goiânia.