Operação 18 Quilates: PC prende autor de roubo a comerciantes de joias da capital

135

A Polícia Civil, por meio da Grupo de Repressão a Roubos (GARRA) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (DEIC), concluiu, na última semana, a primeira fase da investigação de um crime de roubo majorado. Esta etapa foi finalizada com a deflagração da Operação 18 Quilates, que prendeu, na quarta-feira 22, Matheus Toribio Rey de Sousa, 20 anos.

O roubo aconteceu no dia 16 de junho deste ano, no setor Orienteville, Goiânia. As vítimas, um casal, são conhecidos comerciantes de ouro e joias da região Central da capital. E eram acostumados a realizar negócios relativos à atividade comercial com o suspeito, sendo que, através desta relação, surgiu a ideia da prática do crime.

A investigação apontou que o grupo planejou por dias a ação criminosa, acompanhando a rotina diária das vítimas, ficando na porta da loja e seguindo-as. Além disso, comprou um veículo com o único objetivo de praticar o roubo. Na data dos fatos, quando o casal chegava em sua residência a bordo de uma caminhonete, foram abordados por três indivíduos, que chegaram em um veículo Fiat/Uno, entraram pela garagem e anunciaram o assalto. Apurou-se que na ação pelo menos um deles estava armado, e todos agindo com violência. Desde o momento da abordagem, os suspeitos exigiram que o casal lhes entregasse a mochila que possuíam, demonstrando, assim, que sabiam que ali estariam os objetos que pretendiam roubar. Os criminosos subtraíram a bolsa da vítima com joias e diversos objetos pessoais, como aparelho celular. Na ocasião, os suspeitos ainda conseguiram roubar uma barra de ouro 18 quilates, joias, dinheiro e cheques.

A prisão de Matheus Toribio Rey, nesta primeira fase da operação, é temporária e tem validade de 30 dias. Ele já era investigado pela prática do crime de moeda falsa e, por isso, também teve mandado de prisão cautelar expedido pela Justiça Federal e cumprido. O segundo autor do delito já foi identificado. As investigações ainda prosseguem para qualificar o terceiro autor e outros possíveis partícipes. Matheus foi preso em Anicuns, interior goiano. O veículo Uno usado pelos criminosos na ação foi abandonado e posteriormente localizado pelo GARRA/DEIC, sendo submetido a perícia.

A divulgação da imagem e identificação do preso foi procedida nos termos da Lei nº 13.869/2019, Portaria nº 547/2021 – PC e Despacho do Delegado de Polícia responsável pela investigação, especialmente porque o preso é suspeito de praticar outros crimes graves e a divulgação de sua imagem pode auxiliar no esclarecimento de outros delitos, após reconhecimento por possíveis testemunhas.