Operação Amigo da Onça: PC prende três por estelionato

203

A Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC), e com o apoio da Polícia Civil do Amazonas, prendeu em flagrante na quarta-feira (1), três homens em dois casos distintos.

No primeiro caso, uma vítima de 78 anos e domiciliada em São Luís, estado do Maranhão, mãe de uma Delegada de Polícia daquele estado, acreditando atender solicitação, via Whatsapp, de um amigo, efetuou depósito de R$4.888,00, em favor do golpista, que mora em Goiânia.

Os suspeitos continuaram a empreitada contra a vítima, indicando uma segunda conta bancária, em favor de pessoa residente na capital goiana, para o recebimento de um segundo pedido de depósito no valor de R$11.000,00. A vítima, então, desconfiou.

Pelo crime consumado, um suspeito de 27 anos foi preso no Setor Flamboyant. Já pelo crime tentado, um suspeito de 21 anos de idade foi capturado no Setor Capuava. A alegação de ambos os criminosos era de que haviam emprestado suas contas para pessoas que pagaram cerca de $300,00 por elas.

No segundo caso, foi preso um homem de 29 anos de idade no Setor Residencial Pedro Miranda, em Senador Canedo. Dessa vez, a vítima de 52 anos, residente em Manaus, no estado do Amazonas, fez uma TED no valor de R$6.501,05 para uma conta localizada no estado de Goiás.

A vítima só percebeu que caíra num golpe após ligar para seu irmão, pessoa a qual o golpista fingia ser.  

Pelos fatos descritos os suspeitos foram autuados pelo crime de estelionato, recolhidos ao Presídio e, após a comunicação de sua prisão, passaram à disposição da Justiça. 

A investigação agora será remetida aos respectivos estados de domicílio das vítimas, tendo em vista a competência jurisdicional para processamento do fato.