Operação Campo Limpo II cumpre duas prisões na região norte do Estado e recupera maquinário roubado

196

A força-tarefa composta pela Polícia Civil de Goiás, através da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar), e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou nessa terça-feira (15) a Operação Campo Limpo II, um desdobramento da primeira operação homônima, ocorrida no início deste ano, que tem como alvo uma organização criminosa que rouba maquinários e defensivos agrícolas na região norte do estado.

O prejuízo estimado às vítimas é da ordem de R$ 2 milhões. Assim que os roubos foram sendo comunicados à polícia, as equipes de investigação foram a campo em busca da identificação dos autores. Por meio do compartilhamento de informações, foi possível identificar os criminosos, sendo que, na primeira fase da operação, em janeiro deste ano, quatro pessoas foram presas, dentre elas dois fazendeiros, grandes produtores de grãos no Estado.

Foram expedidos, desta vez, mandados de prisão contra dois indivíduos que possuem vários registros de outras prisões e detenções nas cidades de Uruaçu, Estrela do Norte, Niquelândia, Mararosa e Campinorte. Foram recuperados três veículos, apreendidas também armas de fogo e munições, razão pela qual foram lavrados os respectivos Autos de Prisão em Flagrante (APF).

O grupo criminoso tinha como modus operandi a venda do produto roubado por valores muito menores que os praticados no mercado. As investigações prosseguiram e mais três pessoas foram qualificadas como sendo os responsáveis pelos roubos e vendas a fazendeiros locais dos produtos com preços bem abaixo dos de mercado.