Operação Cavalo de Troia 2ª fase cumpre três mandados de busca em Goiás e Minas Gerais contra organização criminosa suspeita de fraude a cargas

350

A Polícia Civil de Goiás – por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas (Decar) – e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em conjunto com a Polícia Civil de Minas Gerais (Depatri), deflagraram, na última segunda-feira (19), a Operação Cavalo de Troia II. O objetivo foi combater os crimes de furtos mediante fraude, estelionatos e receptações de cargas por integrantes de organização criminosa especializada nessas modalidades de delitos.

O grupo possui ramificações nos Estados de Goiás e Minas Gerais. A operação deu cumprimento a três mandados de busca e apreensão na região metropolitana de Goiânia e na cidade de Rubiataba (MG). Além disso, foi constatado que o grupo criminoso causou um prejuízo estimado em aproximadamente R$ 5 milhões, tudo em cargas de bebidas e sementes.

As investigações prosseguem, em razão de outros membros da citada organização criminosa terem sido identificados em virtude do cumprimento de medidas cautelares. “Já conseguimos, nessas duas fases da operação, cumprir mais de 8 mandados de busca e apreensão e prender 3 motoristas. A organização criminosa já está tendo seus tentáculos combatidos em Goiás, com diminuição severa desta modalidade delitiva no Estado”, informa o delegado Alexandre Bruno de Barros, titular da Decar.